quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Pediatra dá orientações sobre o uso de equipamentos eletrônicos na infância

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), não é recomendado que crianças até dez anos de idade passem mais de 60 minutos por dia expostas a smartphones, computadores ou televisão. Para os menores de 24 meses, a orientação é ainda mais rigorosa: não devem passar nem um minuto na frente desses dispositivos. No mês em que é celebrado o Dia Nacional da Infância (24/8), Maria da Glória Neiva, diretora da pediatria do Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, dá orientações sobre o tema.A médica informa que é importante conhecer os impactos que o contato exagerado com a tecnologia provoca na saúde dos pequenos. “Os efeitos podem ser negativos, quando relacionados ao uso precoce e indiscriminado desses equipamentos, porque estão diretamente ligados ao sedentarismo, a obesidade, os prejuízos na socialização e interação, além da dificuldade no aprendizado”, diz.Conforme as orientações da especialista, também é importante pontuar as questões que abrangem a concentração, os transtornos do sono, bem com problemas auditivos, visuais e posturais. “Os pais e cuidadores precisam manter-se atentos ao tempo que os pequenos utilizam esses aparelhos. É muito comum nos depararmos com crianças, inclusive, menores de 2 anos, que já manuseiam esses dispositivos com muita facilidade - prática que deve se evitar para prevenirproblemas futuros”, observa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário