quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

BORRAZÓPOLIS - Indivíduo é detido acusado de violência doméstica

O conhecido Ronier é acusado de ameaçar a ex-namorada com uma faca e ainda de promover quebra quebra no local. Um segundo caso foi registrado na cidade 

No dia 11 de dezembro, a Polícia Militar de Borrazópolis, informou que conduzido o jovem Ronier, de 21 anos, duas vezes para o Destacamento local, na data de 10 de dezembro. A primeira foi no período da tarde, quando ele estava em frente ao bar do Vílson, com uma faca e teria ameaçado uma familiar. Com a chegada da Polícia, ele foi encontrado com a arma branca e ingerindo bebida alcoólica. A segunda ocorrência, foi uma violência doméstica contra uma ex-namorada, de nome Carol, que reside na Vila Roma, na Rua Júlio Dias. A moça, de 22 anos, informou que já tem uma medida protetiva por ter sido ameaçada outras vezes, mas que, por volta das 22:30 horas, ele chegou em frente sua casa e começou a chama-la, dizendo que queria conversar com ela do lado de fora. Ele estava armado com uma faca e como ela saiu e  não abriu a porta,  passou a fazer ameaças e também quebrar os vidros da janela. A atitude fez com que a vítima e seus filhos de 02, 05 e 07 anos, entrassem em pânico. Ela conseguiu acionar o 190 e, pouco depois, a viatura da Polícia Militar chegou ao local. Ronier percebeu e fugiu para sua residência, que fica na Vila Bom Jesus, mas foi localizado e detido. A mulher e seus filhos precisaram de atendimento médico, por conta do estado de choque. Os soldados que atenderam a ocorrência também alegaram que foram hostilizados. O acusado foi entregue na delegacia de Polícia de Faxinal, onde o delegado Ricardo Mendes fez o flagrante o deixou preso. OUTRO CASO - No dia 11 de dezembro, às 19 horas, na Rua Armando Catarino Pires, uma mulher disse que seu ex-marido, de 24 anos, pegou seu celular um, Samsung A-10 da cor azul, e pediu a senha, como ela recusou a passar, ele jogou o telefone na parede vindo a danificar completamente. O jovem também foi detido, mas nomes não foram divulgados a pedido da vítima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário