terça-feira, 24 de dezembro de 2019

Marido agride esposa grávida e bebê em Faxinal

Um homem foi detido na noite desta segunda-feira (23), depois de agredir sua esposa grávida e um bebê em Faxinal.

A polícia foi acionada para ir até uma residência na Rua Tibagi, porem ao realizar o adentramento na residência não fora localizado ninguém, que a equipe policial fora parada pelo vizinho de que e frequente a briga entre eles, e que o mesmo sempre agride a Vitima.

Informado ainda que a mesma poderia estar na residência de sua mãe, na Rua Candido Bastiani, sendo então deslocado ate o referido endereço e contatado a vitima, que a mesma informou que seu amasio havia lhe agredido com uma chinelada na face, momento em que ela saiu assustada para pedir socorro na casa de sua mãe, e que o mesmo jogou a criança de 8 meses na cama e que veio a cair no solo e bater a cabeça, que tal ato gerou escoriações na cabeça, conforme laudo medico anexado em BOU. Cabe ainda salientar que a Vitima encontra-se em período de Gestação, 6 meses. Diante do fato a mesma solicitou que a equipe policial lhe acompanhasse ate a residência para retirar seus pertences, pois ficaria na casa de sua mãe.

Sendo então deslocado ate a residência situada na Rua Tibagi, onde as luzes estavam apagadas, a porta trancada, dando indícios de que seu o agressor encontrava-se dentro da residência. Fora chamado por diversa vezes, com intuito de que o mesmo abrisse a porta para a equipe policial, que não acatou, vindo a fazer barulho na interna da residência. Sendo necessário arrombar a porta, que durante busca domiciliar a o agressor fora localizado dentro de um guarda Roupas, escondido, o mesmo se encontra com diversas escoriações, resultado de uma queda de cavalo que o mesmo informou e uma queda na rua quando retornava para a sua casa embriagado, conforme relato em laudo medico.

Diante do fato o mesmo recebeu voz de prisão, sendo encaminhado para o hospital Municipal de Faxinal realizar os laudos Médicos pertinentes ao fato e posteriormente entregue a 53DRp de Faxinal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário