quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

TRÁGICO - Rodovias Estadual e Federal com 26 mortes na Operação Natal

ESTADUAL - Em cinco dias de intensa fiscalização em toda a malha rodoviária estadual durante o feriado de Natal, o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) contabilizou, em comparação com o mesmo período de 2018, a queda de -9,17% acidentes de trânsito (de 109 para 99), a redução de -1,50% de pessoas feridas (de 133 caiu para 131) e o aumento de 57,14% nas mortes (de 7 subiu para 11). Nas praias, neste Natal houve oito acidentes e nenhum óbito. Os efetivos das seis Companhias do BPRV por meio dos 58 Postos Rodoviários distribuídos em todo o estado foram aplicados nos seis dias de feriado por conta do aumento de fluxo nas rodovias estaduais, principalmente as que ligam a Capital ao Interior e a malha rodoviária do Litoral do estado. Durante o Natal, os policiais militares rodoviários intensificaram as ações de combate à embriaguez ao volante e excesso de velocidade, além de fazer abordagens preventivas para checagem de documentos e condição dos veículos. Os trabalhos iniciaram-se às 14 horas de sexta-feira (20/12) e encerraram-se à meia noite de quarta-feira (25/12). Além do registro de acidentes, no tocante à embriaguez ao volante, foram aplicados 2.165 testes etilométricos. Nas abordagens, 10 condutores foram notificados de acordo com o artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), e seis motoristas acabaram presos pelo artigo 306 do CTB, por dirigirem embriagados. Com a aplicação de radares móveis em pontos estratégicos das rodovias, houve 2.076 flagrantes de excesso de velocidade, e as equipes policiais constataram 2.025 autuações de trânsito. FEDERAL - a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 15 mortos, 159 feridos e 121 acidentes no Paraná em cinco dias de Operação Natal, entre sábado (21) e ontem (25). O total de mortes registrada pela PRF no estado é 25% superior ao verificado durante o Natal de 2018, quando 12 pessoas perderam a vida. Na operação do ano passado, outras 164 pessoas saíram feridas e 131 acidentes foram atendidos. Durante a operação deste ano, as equipes da PRF flagraram em território paranaense 137 motoristas dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas, 594 ultrapassagens proibidas e 86 crianças sendo transportadas sem cadeirinha. No total, 418 veículos foram recolhidos, por diferentes irregularidades. Entre as causas dos 11 acidentes fatais registrados estão desatenção, excesso de velocidade, ultrapassagem indevida, ingestão de álcool, desobediência à sinalização e presença de animais na pista. Das 15 mortes, 14 ocorreram em situação de pista seca. A maioria dos óbitos foi registrada em trechos de pista simples (12 mortes), em retas (10) e no período noturno (9). Na madrugada de domingo (22), três adolescentes morreram após o automóvel em que eles eram passageiros sair da pista e colidir contra uma árvore, na BR-272, em Janiópolis, região centro-oeste do Paraná. O motorista foi socorrido com lesões graves. Provavelmente nenhum dos ocupantes usava cinto de segurança. Na tarde de ontem (25), outras três pessoas morreram em uma colisão frontal na BR-373, em Chopinzinho, região sudoeste do estado. Entre as vítimas mortas estava um menino de três anos e a mãe, de 23. O pai da criança foi socorrido com lesões graves. O acidente teria sido causado por uma tentativa malsucedida de ultrapassagem feita por um outro carro, cuja motorista também morreu no local. O tipo de acidente que mais resultou em mortes foi a colisão frontal, com seis óbitos em quatro ocorrências. Dos 15 mortos, quatro eram motociclistas e um, pedestre. Em seus balanços estatísticos, a PRF contabiliza somente as mortes ocorridas nos locais dos acidentes. Balanço da Operação Natal 2019 no Paraná: – 15 mortos; – 159 feridos; – 121 acidentes; – 137 flagrantes de embriaguez; – 594 ultrapassagens proibidas; – 86 crianças sem cadeirinha; – 38,2 toneladas de excesso de peso em caminhões; – 418 veículos recolhidos; – 59 pessoas presas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário