sábado, 4 de janeiro de 2020

INTERNACIONAL - EUA bombardeiam novamente o Iraque e deixam ao menos cinco mortos

Os Estados Unidos coordenaram hoje um novo ataque de drones no norte de Bagdá. Cinco pessoas teriam morrido no novo ataque, segundo a AP. Segundo a Agência Reuters, seis pessoas foram mortas no novo ataque. As agências de notícias confirmaram a informação com fontes anônimas do governo iraquiano. Até o momento as identidades dos mortos ainda não foram confirmadas por nenhum país. 
Os drones bombardearam dois carros que levavam líderes de milícias iraquianas que são apoiadas pelo Irã. Um ataque semelhante matou ontem o general iraniano Qassem Soleimani, abrindo espaço para uma nova crise entre os EUA e o Irã. Como foi o ataque O ataque coordenado pelos EUA contra um aeroporto em Bagdá, no Iraque, matou Qasem Soleimani, o chefe da Força Revolucionária da Guarda Quds do Irã, considerado um dos homens mais importantes do país. Além dele, ao menos outras sete pessoas morreram. Entre elas estava Abu Mahdi al-Muhandis, comandante de milícia do Iraque, apoiada pelo Irã. A milícia da qual ele fazia parte também atribuiu a morte aos EUA. Naim Qassem, segundo na linha de comando do Hezbollah no Líbano, também seria uma das vítimas. A Guarda Quds é uma força de elite do exército iraniano e teria sido responsável pela invasão da Embaixada dos EUA, em Bagdá, no início desta semana.

Fonte: UolNoticias

Nenhum comentário:

Postar um comentário