terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

APUCARANA - Casa onde criança morreu com tiro e incendiada


O menino, de 11 anos, foi a casa de um adolescente brincar de  Free Fire quando supostamente o disparo acidental ocorreu 

No dia 24 de fevereiro, de 2020, em Apucarana, um foco de incêndio ocorreu na casa de um menor, de 15 anos, em Apucarana.  Vamos preservar o endereço e também desfocamos a imagem da casa, para evitar a identificação   do adolescente, mas o fato revela a revoltada da comunidade com a falta de explicação sobre o que realmente aconteceu. O fogo foi  provocado por manifestantes revoltados, logo após o sepultamento da criança. SOBRE O CASO - Como publicamos,  uma tragédia abalou a cidade, no domingo de Carnaval, dia 23 de fevereiro, de 2020. Faleceu o pequeno Luiz Gustavo da Silva, de apenas 11 anos. Segundo informações, a criança foi até a casa de um adolescente, de 15 anos, na Rua Paulo Celso Correa Rocha Loures, no Residencial Solo Sagrado, para jogar um game conhecido como Free Fire.  Não se sabe exatamente o que ocorreu, apenas que uma arma foi utilizada, um tiro disparado e, a princípio, de forma acidental, o qual atingiu Luiz, que não resistiu e faleceu. O investigador Roberto e o Delegado Dr. Marcus, apuraram que o menor morava com a mãe e irmãos, mas que os dois estavam sozinhos no momento em que o incidente ocorreu. Assustado, o adolescente fugiu, mas na chegada da Polícia Militar, ele ainda estava no local e teria firmando era uma bala perdida, sendo que mais tarde o fato foi esclarecido. O menor, que pode ser o autor, saiu do local e não foi mais encontrado.   A mãe foi conduzida até a delegacia para prestar esclarecimentos. (Foto da vítima publicada pelo TN Online) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário