sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

IVAIPORÃ - Casal preso acusado de implantar o "Disk Droga" em Ivaiporã

O homem comercializada os entorpecentes e a mulher  fazia a contabilidade da suposta "Boca de Fumo" 


       Em Ivaiporã, a equipe da ROTAM, deu voz de prisão para um indivíduo, de nome Josimar, acusado de ser o responsável por um "Disk Droga". Ele contava com ajuda da mulher, identificada por Ana. A prisão ocorreu, no dia 20 de fevereiro, de 2020, às 16h44min, na Rua General Osório. A PM informou que após receber várias denúncias, com informações que, em uma residência da referida Rua General Osório, estava ocorrendo tráfico de drogas, diuturnamente, com intensa movimentação de pessoas, inclusive, que o morador utilizava-se de um veículo Gol, de cor branca, para fazer a entrega de drogas em todos os bairros de Ivaiporã. Os usuários realizam pedidos por telefone. A equipe ROTAM, juntamente com as equipes policiais da Radiopatrulha (RPA), intensificaram o patrulhamento pelo local e pelas proximidades, sendo constatado que os fatos eram verídicos. Durante buscas, foi avistado o \Gol citado, transitando sentido centro. O condutor, de 30 anos, Josimar,  ao perceber a presença da viatura, entrou em estado de nervosismo e saiu acelerado, mas foi abordado na Avenida Ladislao Gil Fernandez. Em revista pessoal, foi localizado, em sua carteira, a quantia de 41 reais em dinheiro e celular. No carro havia uma bucha de cocaína desmanchada, momentos antes da abordagem, restando apenas a embalagem com o vestígios da droga. Questionado o motivo de ter se desfeito da porção, afirmou que estava indo entrega-la para uma pessoa. Perguntado se havia mais drogas em sua residência, afirmou que sim e que estava em cima de uma mesinha no seu quarto, inclusive que sua esposa estava em casa, com seu filho. Ao chegar ao endereço, a mulher, de 25 anos, autorizou buscas, inclusive, mostrou onde estava o material ilícito. Foi localizado no quarto do casal, uma balança de precisão; uma porção grande de cocaína pesando 39,6 gramas; tesoura pequena utilizada para cortar os plásticos de embalar as porções pequenas; cartão com vestígios de cocaína, sendo que esses são utilizados para dividir as porções; pote de fermento em pó contendo uma substância branca, que Ana informou que era pó Royal e que utilizavam para aumentar a quantidade de droga na hora de embalar; um rolo de papel filme transparente; vários pedaços de sacola branca, já cortados no tamanho de fazer as porções pequenas; um caderno contendo as anotações de entrada e saída de drogas, inclusive, nomes de usuários, datas da venda, a quantidade comprada por cada um e outras informações. No meio do referido caderno, havia R$1.520,00 reais. Ainda foram encontros: uma caixa no chão com porcão de maconha de 0,9 gramas; em cima do guarda-roupa havia simulacro de pistola 24/7 e carteira contendo R$1.609,00 reais; na cozinha havia 3 celulares, dinheiro e mais uma balança. No total foram apreendidos R$3.173,85, 4 celulares, 2 balanças; 0,9 gramas de maconha e 39,6 gramas de cocaína, além dos demais objetos.  Consta no relatório da PM, que a mulher afirmou que ambos participavam das vendas, mas que a função dela era fazer o controle do comércio, por isso, as anotações no caderno constavam com sua letra. A criança do casal, de três anos,  foi entregue aos conselheiros tutelares. Já os detidos, foram levados para a Delegacia de Ivaiporã e entregues a equipe do Dr. Aldair Oliveira.  Todas as informações acima, foram registradas no boletim da Polícia Militar, mas nossa reportagem não conseguiu contato com os acusados e nem com seu advogados para que eles pudessem dar suas versões sobre os fatos. Apenas uma familiar de Josimar, ligou dizendo que em breve a defesa vai esclarecer os fatos, apontando para uma  negativa do crimes que foram imputados ao casal. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário