segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

IVAIPORÃ - Soldados são atacados e feridos com produto químico

Homem  jogou a substância líquida e ácida contra dois soldados e depois encharcou o próprio corpo. Todos foram hospitalizados 

Em Ivaiporã dois policiais militares foram vítimas de um ataque praticado por um indivíduo, que usou um produto líquido e químico para jogar contra os soldados. Era domingo, dia 02 de fevereiro, de 2020, à 01h49min, na Rua Emílio Ganzert, esquina com a Avenida Paraná, quando pelo Rádio Comunicador das viaturas, chegaram os gritos de socorro dos PMs, que estavam na unidade de prefixo 11868. A primeira equipe de apoio, que chegou ao local, constatou que ambos os policiais estavam encharcados com algum tipo de produto que foi arremessado por um indivíduo, o qual passou pela viatura e os xingou. Na tentativa de abordagem, foram surpreendido pelo homem que estava de posse de duas garrafas plásticas cheia de um líquido desconhecido. Ao jogar nos policiais, causou queimaduras pelo corpo, sendo que, um deles, no intuito de defesa e mesmo com a visão afetada, ainda efetuou um disparo de arma de fogo, porém ninguém foi atingido. Enquanto os soldados foram levados para o Hospital e Maternidade, a equipe de apoio saiu em busca do suspeito, o localizando na Avenida, em frente a loja de roupas Pic Nic, ainda caminhando com duas garrafas nas  mãos. Novamente tentou arremessar na equipe e saiu correndo pela avenida, sentido a Praça Henrique Portelinha, mas foi acompanhado por um soldado a pé e pela viatura. Na referida Praça, na eminência de ser preso, reagiu. Foram disparados dois tiros, pela PM, mas ninguém foi atingido, instante em que o acusado passou a jogar o produto ácido no próprio corpo, afirmando que iria acabar com sua via e a vida dos soldados. Ele foi contido e colocado no camburão, mas precisou ser levado para o Hospital Municipal, onde após os primeiros atendimentos, foi transferido pelo SAMU para o Hospital e Maternidade, em com queimaduras consideradas de 3° grau. O Autor permaneceu internado no Hospital e sob a guarda policial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário