segunda-feira, 2 de março de 2020

BORRAZÓPOLIS - Polícia Militar registrou três casos de lesão corporal

Na Avenida Paraná, dona de bar briga com vizinho. Na Rua Boa Esperança, primos entraram em luta corporal. Já na Fazenda Florestinha, mulher apanhou da cunhada          

   No primeiro caso, o fato aconteceu em um Bar, na Avenida Paraná, no dia 01 de março, de 2020, pela madrugada. A dona de um bar, afirmou que seu vizinho, foi até o local, por duas vezes, em visível estado de embriaguez, e a incomodava e procurava briga com os clientes. Então foi pedido para que se retirasse, mas ele retornou, pouco depois, com um pedaço de madeira, ameaçando a comerciante e tentando agredi-la, sendo que ela entrou em luta corporal com ele, para não ser agredida. Com a chegada da PM, o acusado havia evadido-se. BRIGA DE PRIMOS - Por volta das 03:50 horas, da madrugada do dia 01 de março, na Rua- Boa Esperança, uma menor, 17 anos, relatou que foi até o local, casa de sua tia, onde discutiu com seu primo, de 16 anos, o qual a agrediu, efetuando mordidas em sua mão direita e batendo sua cabeça contra a parede, causando escoriações. Ambos foram apreendidos, sendo que eles apresentavam sinais claros de embriaguez. O Conselho Tutelar acompanhou a ocorrência. BRIGA DE CUNHADAS - No dia 01 de março, às 19h40min, na Fazenda Florestinha, que a princípio fica na região da Ponte Preta, a solicitante disse que, já há alguns dias, sua cunhada, vem ofendendo e a chamando de biscate, sendo que, na data anterior, tiveram uma discussão, é, às 19h40min, de 01 de março, a referida cunhada foi até a sua residência e a agrediu com tapas socos e empurrões, deixando a vítima com algumas lesões no braço direito e na cabeça. Com a chegada da Pm, a suspeita não estava mais no local. OBSERVAÇÃO - Nas três ocorrências, a Polícia Militar não divulgou nomes. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário