quarta-feira, 11 de março de 2020

BORRAZÓPOLIS - Três casos de lesão e ameaça foram registrados

No Hospital Municipal, jovem disse que foi agredido com faca pela ex-mulher. Ainda houve o caso de tio agredido pelo sobrinho e da mulher que entrou em vias de fato com o convivente

A Polícia Militar, de Borrazópolis, registrou três casos de lesão corporal e ameaça, no dia 10 de março, de 2020. O que mais chamou atenção, ocorreu por volta das 17 horas, na Rua Santa Catarina. Um cidadão, de nome Edson, de 24 anos, disse que sua ex-convivente, o chamou, por mensagem de Whatsapp, para comparecer no hospital municipal, onde ela se encontrava. Ao chegar ao local, após um bate boca, ela o agrediu com uma faca, provocando cortes no rosto e sinais de mordidas nos braços. O jovem ainda afirmou que é ameaçado constantemente. Ao chegar ao hospital, a enfermeira de plantão afirmou que a mulher, que Edson acusa, encontrava-se internada. Em contato com a acusada, ela negou e disse que também foi ameaçada. O caso seria esclarecido. OUTROS CASOS - No dia 10 de março, às 11h00min, na Rua Santa Catarina, um homem, de 77 anos, relatou que após uma discussão, com o seu sobrinho de 14 anos, ele o empurrou causando algumas lesões em seu braço direito. O menor foi apreendido. E o último coso, foi às 18h03min, na Rua Distrito Federal, onde uma jovem, de 27 anos, disse que entrou em vias de fato com o seu convivente e foi agredida, mas não quis representar contra ele. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário