segunda-feira, 27 de abril de 2020

COVID - Governador e comitiva em isolamento após contato com Barros

Ratinho Junior esteve em contato o ex-ministro da saúde Ricardo Barros que testou positivo para o Coronavírus  


           Alguns portais de notícias do Paraná, como o Gazeta do Povo, destacaram que o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, o secretário estadual de Saúde, Beto Preto e toda a comitiva do governo do estado, que esteve em Maringá, na última sexta-feira, dia 24 de abril, para a contratação de 108 novos leitos no Hospital Universitário de Maringá, estão em isolamento preventivo até que fiquem prontos os exames para a detecção do Coronavírus a que se submeteram neste domingo. Ratinho, Beto Preto, os deputados estaduais como Dr. Batista (PMN), Evandro Araújo (PSC), o deputado federal Luis Nishimori (PL), o prefeito de Maringá, Ulisses Maia (PSD) e outros políticos e funcionários do governo estadual, participaram de uma solenidade para a assinatura do contrato em que estava presente o deputado federal Ricardo Barros (PP). Barros foi internado no último sábado, na Santa Casa e testou positivo. VISITA EM MARINGÁ - O governador Carlos Massa Ratinho Junior confirmou na sexta-feira (24) a contratação de 108 novos leitos para o Hospital Universitário de Maringá. O investimento é de R$ 15,3 milhões, sendo R$ 7,8 milhões para custeio para os próximos seis meses e R$ 7,5 milhões em equipamentos, mobília e insumos médicos. O espaço utilizado para tratamento exclusivo de pacientes da Covid-19 durante a pandemia será a ala da clínica para adultos do HU, que foi erguida para ampliar o atendimento cirúrgico. O projeto original foi finalizado no final de 2018 e contou com recursos de R$ 18 milhões do Governo do Estado. Com os 108 novos leitos, a capacidade do hospital vai praticamente dobrar.  O governador destacou que a contratação tem caráter emergencial para atender pessoas infectadas pelo novo coronavírus, mas que a estrutura e os equipamentos ficarão de maneira definitiva no hospital, atendendo uma demanda de todos os municípios do Noroeste, onde residem cerca de 2 milhões de pessoas. Ratinho Junior também disse que os novos leitos atendem a estratégia do governo estadual de ampliar o atendimento regionalizado e personalizado para pacientes da Covid-19 nesse primeiro momento, e cuidados específicos e perto da casa das pessoas no pós-pandemia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário