segunda-feira, 13 de abril de 2020

CRIMES - Apucarana, Grandes Rios e Jandaia com agressões familiares

APUCARANA - Em Apucarana, entre o dia 12 e 13 de abril, "Domingo de Páscoa", foram registrados três casos de violência doméstica. Por volta das 23h35min, foi detido homem, de 31 anos, na Rua João XXIII, no Jardim Figueira, dentro do veículo, um Gol, na cor branca. Ele havia se envolvido em violência doméstica e apresentava lesões pelo corpo e até mechas de cabelos da vítima havia dentro do carro. O homem foi detido. Após a meia noite, de 13 de abril, na Rua Otávio de Sá Barreto, no Jardim Ponta Grossa, houve um segundo caso. A  vítima disse que estava na casa de amigos, na Rua Ouro Verde, quando seu ex namorado chegou de posse de bastão, com outros indivíduos a procurando. Houve confusão com pessoas que estavam no local e depois ele deixou o local em uma caminhonete Hilux preta e teriam efetuado quatro disparos arma de fogo em via pública. Ninguém foi localizado e nem preso. O terceiro caso, foi às 03h24min, de 13 de abril, quando foi detido, um jovem, de 29 anos, na Rua Olavo Bilac, no Jardim América. Uma mulher disse que ele é seu marido e havia utilizado drogas na rua, sendo que, ao retornar, passou a chutar a porta e janela, e a ameaçou. Com a chegada da PM, o homem estava nas proximidades e foi preso depois de dar muito trabalho para a equipe. 
 GRANDES RIOS - No dia 12 de abril, às 18h00min, na Rua Hortência, uma mulher chegou em casa e notou que a porta da frente estava arrombada. Ela então foi a casa da sua mãe, para relatar o fato, sendo que, na rua, encontrou o seu ex-convivente, e perguntou se o mesmo sabia de algum fato relacionado ao arrombamento, e que um mulher, que é cunhada de seu ex, sem motivo aparentes, surgiu na hora e começou a agredi-lá com socos e chutes. Também acusa o ex-marido de ter já a agredido, em data anterior, até com mordidas, querendo reatar o relacionamento. O homem negou os crimes. 
 JANDAIA - Em Jandaia do Sul, às 19h50min, na Rua Professora Zilda Cruz de Almeida, no Jardim Esmeralda, um jovem estava agredindo sua própria mãe. A mulher, de 35 anos, disse que o filho, de 20 anos, se desentendeu com ela, mas não tinha interesse em representar. Mais tarde, às 21h00min, a PM voltou ao mesmo endereço. Dessa vez a mãe afirmou que tinha sido agredida e estava com lesões na região da boca, braços e ombro. O rapaz também havia quebrado vários eletrodomésticos e móveis da casa. O rapaz fugiu do local e não foi encontrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário