segunda-feira, 13 de abril de 2020

IVAIPORÃ - Vários casos de violência doméstica no Domingo de Páscoa

Na Rua Guarapuava mulher agredida pelo namorado; Rua Ceará pai acusado de agredir o filho, de 11 anos; Rua Carlos Gomes houve briga de irmãos; Rua Marlene Morais, mãe foi ameaçada pelo filho e Avenida Brasil, homem desferiu soco na amásia

    O Domingo de Páscoa, foi de muita violência doméstica na região. Em Ivaiporã, foram vários casos registados. Era madrugada ainda, quando a PM foi até a Rua Guarapuava, onde uma mulher foi agredida pelo namorado e desmaiou. A vítima foi levada para o hospital e quando acordou, não sabia dizer o ocorreu, tampouco quem a levou ao hospital, lembrou apenas de ter sofrido agressões do seu namorado, o qual evadiu-se. Na Rua Ceará, uma mulher disse que seu ex-marido, passou o final de semana com seu filho, de 11 anos, o qual retornou para casa com lesões na face. Ao ser indagado, relatou que seu genitor havia desferido tapas contra ele. Foram feitas buscas, mas o acusado não foi encontrado. Na Rua Carlos Gomes, uma moradora disse que seu irmão havia quebrado seu aparelho celular e estava a ameaçando, após beberem juntos. Com a chegada dos soldados, ele se comprometeu a pagar o aparelho e a vítima não representou. Rua Marlene Moraes, mulher afirma que foi ameaçada pelo seu filho e pela esposa dele (nora), também o motivo poderia ser uso de bebida alcoílica. Na Av. Piauí, a solicitante disse que seu amásio, com quem reside há quatro anos, a agrediu com um soco e um tapa na face, após chegar do trabalho, deixando hematomas. Por fim, ainda em Ivaiporã, houve briga de vizinhos, na Rua Pedro Silva de Matos. A solicitante afirmou que o morador do lado invadiu sua casa começou a ameaça-la dizendo que ela e uma vagabunda. Ainda arremessou um copo de vidro na janela da casa, além de estar com uma faca em punho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário