segunda-feira, 30 de novembro de 2020

CALIFÓRNIA - Motorista de carreta foi roubado e feito refém por marginais

 

  Em Califórnia, no dia 29 de novembro, pela manhã, na Estrada Água Seis, no Perímetro Rural, motorista relatou que estacionou seu caminhão Iveco Stralhis, placa MFC-2E16, Cascavel/PR, branco, acoplado à duas carretas, placas MAS-0861 e MAS-0871, ambas vermelhas, na estrada rural água seis, em frente a residência de sua ex-esposa, por volta de 18:00 horas, e, se ausentou do local em um GM Astra, acompanhado de mais um amigo, por volta de zero horas, a fim de comprar cervejas no centro de Califórnia. Ocorre que, em dado momento, quando trafegava próximo a Igreja Matriz, visualizou um veículo o seguindo e os ocupantes desse carro o abordaram, dando voz de roubo. Segundo o solicitante, era um Renault Scenic, cor chumbo, ocupado por quatro homens, sendo três morenos e um branco, este último aparentando ser menor de idade; todos armados. Afirmou ainda que, após ser rendido, os bandidos pediram a chave do Caminhão e o colocaram dentro do Scenic, seguindo para a cidade de Arapongas. A outra vítima, permaneceu em seu veículo, juntamente com dois criminosos e estes empreenderam fuga, o fazendo refém. Depois de várias horas, os criminosos o libertaram, o amarrando em um cafezal já na cidade de Rolândia. Após conseguir se desvencilhar das amarras, caminhou cerca de quinze quilômetros e conseguiu emprestar um celular e ligar para seu tio, cujo qual o levou até a casa da outra vítima, a fim de informar a família, porém, o encontrou em sua residência. Surpresos, questionaram a respeito do registro do roubo de seu veículo Astra, porém, o mesmo afirmou que não faria o boletim, porque já sabia que o veículo estava em Arapongas abandonado e que um primo já havia resgatado o referido carro sem a intervenção policial. O caminhão também foi abandonado há poucos metros do local, com toda a carga, sendo roubados apenas três mil reais, celular e seus documentos pessoais. Todos os dados foram repassados a Polícia Civil, para que seja melhor investigado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário