quinta-feira, 24 de dezembro de 2020

Chuvas recuperam desenvolvimento das lavouras na região

Com a retomada das chuvas principalmente neste mês de dezembro, (até agora 147,9 milímetros), as culturas de soja e milho começam a apresentar um melhor desenvolvimento nos 15 municípios do Núcleo Regional da Seab de Ivaiporã. Em novembro as precipitações acumulada foram 88,9 milímetros.

Conforme o agrônomo, Sergio Carlos Empinotti, do Departamento de Economia Rural (Deral) de Ivaiporã, de  maneira geral as chuvas de dezembro foram bem distribuídas e mudou favoravelmente as condições das lavouras. 

A soja que na regional tem área plantada de 163 mil hectares se apresentam em boas condições.  “Cerca de 90% da área se encontra em fase de desenvolvimento vegetativo e apresentam boas condições fitossanitárias. Dessa área em boas condições, em torno de 5% a 10% das plantas estão iniciando a floração”

Ainda segundo Empinotti, apesar do retorno das chuvas terem melhorado as condições das lavouras de soja, a produtividade em relação à safra passada será inferior nesta temporada.

“Apesar das plantas estarem em boas condições, a produtividade deve ser um pouco menor.  Na safra passada tivemos produtividade recorde aqui na regional, com média de 4.2 mil quilos de soja por hectare. Nesta safra estimamos uma redução entre 5% a 10%.  A produção deve fechar a temporada igual aos anos anteriores entre 3.5 a 3.8 mil quilos/ha”, explica Empinotti. 

Vale ressaltar que na regional cerca de 10% da área dos 163 mil hectares com o plantio da soja tiveram que ser replantados em virtude da baixa condição hídrica na época do plantio.   

A cultura do milho 1ª safra que foi plantado em área de 3.5 mil ha na regional, de acordo com o agrônomo, não sofreu muito com a falta de chuva. “A expectativa é colher praticamente a mesma média da safra anterior por volta dos 5 a 5.5 mil quilos por hectare”.

Milho Safrinha

Para Empinotti, a expectativa dos produtores agora é que tudo ocorra bem, para que em fevereiro seja possível iniciar o plantio do milho 2ª safra (safrinha) que além de ser bom para a rotação de culturas, também traz bom retorno.

“Para o plantio do milho safrinha as expectativa são muito boas, deve ultrapassar os 60 mil hectares. Um aumento muito bom em relação ao milho 1ª  safra. Aguardar agora a questão da colheita. Colher rápido a soja para não atrasar o plantio do milho safrinha”. Com informações do Portal de noticias TnOnline

Nenhum comentário:

Postar um comentário