quarta-feira, 9 de dezembro de 2020

IVAIPORÃ - Confusão em empresa de Artefatos de Cimento e violência doméstica

 

   No município de Ivaiporã, uma confusão numa empresa que produz artefatos de cimento, na Rodovia Celso Fumio Makita, no acesso secundário a cidade, pela PR-466, resultou em dois boletins de ocorrência. O primeiro, na madrugada do dia 08 de dezembro, de 2020, por volta 01h25min. A denúncia dizia que na referida empresa havia ocorrido desentendimento, por desacordo comercial, entre o responsável e seu prestador de serviço, sendo que o último fez ameaças de morte ao proprietário. Quando a viatura chegou ao local, a pessoa apontada como autor, não se encontrava e foram feitas apenas orientações. Na mesma data, mas às 12 horas, a Polícia Militar foi acionada novamente. Desta vez o proprietário da fábrica afirmou que seu parceiro comercial passou a o ameaçar de morte. A equipe foi ao local novamente, procedeu busca pessoal e no veículo do autor, onde nada de ilícito foi encontrado. Diante da representação da vítima, o acusado foi conduzido a Sede da Polícia Militar, para lavratura do termo Circunstanciado. Não foi informado o nome da empresa  e nem se o primeiro autor e o segundo, seriam os mesmos ou pessoas diferentes. AGRESSÕES - Ainda, em Ivaiporã, no dia 12 de dezembro, às 21h45min, na Vila Rural, um filho disse que seu pai estava embriagado, agressivo, até que empurrou e agarrou sua mãe pelo pescoço, além de ameaça-la de morte, caso avisasse a polícia. Com chegada dos soldados, o acusado já havia evadido-se. Na Avenida Maranhão, também houve denuncia de violência doméstica, mas a mulher afirmou que apenas discutiu com o marido. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário