quinta-feira, 17 de dezembro de 2020

Votação histórica garante segundo mandato a Adauto Mandu

 

Prefeito releito de Lidianópolis, Adauto Mandu

Prefeito releito de Lidianópolis, Adauto Mandu


O prefeito reeleito de Lidianópolis, Adauto Mandu, concedeu entrevista ao jornal Paraná Centro e fez uma avaliação sobre o resultado da eleição. Ele ressalta que a expectativa era que eleição fosse tranquila, e que a votação ficaria entre 70% a 80% dos votos. Ele obteve 82,2% dos votos válidos, sendo a maior votação da história do município. Ele destaca que esse resultado é o reflexo do trabalho que foi realizado nos últimos quatro anos e demonstra a aprovação da população pelo trabalho na gestão. “Isso fortalece para tocarmos os próximos quatro anos e aumenta o desafio de fazermos um mandato ainda melhor”, comenta o prefeito reeleito.

Ele afirma que não existe uma fórmula mágica, mas ressalta que o trabalho desenvolvido ao longo da gestão fez, inclusive, com que alguns adversários que tinham se colocado como pré-candidatos, desistissem da disputa. Para ele, a política acirrada é ruim para o município e algumas lideranças reconheceram esse trabalho e mesmo não apoiando publicamente, desistiram de ser candidato em função da boa gestão está ocorrendo em Lidianópolis. “Isso não é apenas mérito meu, mas de toda a nossa equipe e dos vereadores que nos apoiaram durante os quatro anos”, frisa o prefeito.

Além da expressiva votação, a coligação que elegeu o prefeito Adauto Mandu conseguiu preencher as nove cadeiras da Câmara de Vereadores de Lidianópolis. Para ele, isso é muito significativo, pois apenas em Faxinal aconteceu algo semelhante. “É algo muito expressivo eleger os nove vereadores, facilita a gestão, pois eles já conhecem e estão engajados no nosso projeto e, se nos mantivermos firmes e unidos, vamos colher os frutos daqui quatro anos”, ressalta.

Único prefeito declarado negro da região Sul

Outro fato que chamou a atenção é que Adauto Mandu é o único prefeito declarado negro do Sul do Brasil, eleito em 2020. Ele disse que a sensação ao saber dessa informação foi um misto de contentamento e de tristeza. Contentamento porque é algo marcante em sua vida política e pessoal e que se soma ao fato de ter sido eleito, no primeiro mandato, com apenas 12 votos de diferença e, agora, com a maior votação histórica em Lidianópolis. Mas o fato triste é que ela acredita que poderia haver mais prefeitos negros comandando municípios no Paraná. “Quando se faz o cadastro no registro de candidatura, a gente coloca a cor da pele; é um marco na minha vida, mas confesso que ficaria mais feliz se a notícia fosse que a região sul era a que mais tem prefeitos negros comandando as prefeituras; não porque somos negros que somos inferiores ou superiores a qualquer pessoa, mas sim pela nossa capacidade e pela história de cada um”, frisa.

Entre os desafios da nova gestão está o trabalho de fortalecimento do programa de diversificação da fruticultura, com a estruturação da associação, construção do barracão para a industrialização e processamento das frutas, além da possibilidade de criação de uma central de comercialização. Outro favor importante é a legalização de uma série de produtos que são feitos por agroindústrias do município e que podem ganhar novos mercados; e também a estruturação da feira do produtor, com a melhoria das estruturas e do local.

Outra proposta da administração é retomar a construção de casas populares, pois atualmente o município não conta programas específicos para habitação popular. “Estamos trabalhando nesse sentido, assim como na revitalização das praças, implantação de câmeras de segurança e outros investimentos para deixar a cidade mais bonita e atrativa”, finaliza o prefeito. Fonte
Aldinei dos Passos Andreis/Paraná Centro

Nenhum comentário:

Postar um comentário