segunda-feira, 29 de março de 2021

BORRAZÓPOLIS - Confusão e agressão entre menores e violência doméstica

Uma menor, de 14 anos, foi agredida e ameaçada por outros três menores na Rua Vereador José Galvão. Já na Av. Rio Grande do Sul, houve violência doméstica e prisão 

      Em Borrazópolis, dois casos de lesão corporal, foram registrados no domingo, dia 28 de março, de 2021. O primeiro, às 15h00min, na Rua Vereador José Galvão, região da Rua Independência. Uma menor, de 14 anos, passou a relatar, que estava na casa de sua avó, quando três pessoas, duas femininas e um masculino, chegaram e a chamaram. Relatou que, nesse momento o masculino a arrastou por vários metros para fora da casa, sendo então segurada por uma das femininas e agredida pela outra. Durante as agressões,  sofreu diversas lesões nos braços e na perna e ainda no pescoço. As agressões somente param, porque pessoas vieram tira-lá do meio dos autores. A PM saiu em busca dos autores, sendo que a algumas quadras do local, eles foram encontrados. Eram três menores, sendo de 13, 16 e 17 anos. Todos encaminhados para a Delegacia. Mais tarde, por volta das 20:30 horas, a Polícia Militar, foi acionada novamente, para comparecer na Rua Vereador José Galvão. A menor, 14 anos, e seu tio, de 39 anos, passaram a relatar, que estavam na residência, quando uma das menores, que a agrediu, de 16 anos, voltou ao local, acompanhada de sua mãe. Ambas armadas de faca, dizendo que iriam matá-los. Depois fugiram tomando rumo ignorado.  VIOLÊNCIA DOMÉSTICA - Ainda, em Borrazópolis, no dia 28 de março, às 21h00min, na Rua Rio Grande do Sul. A moradora estava em sua residência, quando seu convivente chegou, em visível estado de embriaguez, e, segunda ela, sem motivo algum, pegou uma faca e desferiu um golpe em seu braço direito, vindo a causar a referida lesão. Em meio a confusão, seu filho, que estava em um Gol branco, conseguiu separar a briga. Já o marido, fugiu. Ao chegar ao local, a Pm foi identificar o filho da vítima, que chegou no carro, sendo ele, de 29 anos, e descobriu que ele não possuía CNH e que havia um mandado de prisão, pela Vara Criminal de Nova Esperança. Ele tinha alguns lesões, e alegou que foi na briga com o seu padrasto, mas que não desejava representar contra ele. Com informações Blog Berimbau

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário