terça-feira, 6 de abril de 2021

IVAIPORÃ - Prisão de autor de furtos desencadeia outras ocorrências

Jovem foi preso acusado de furtos, mas fugiu da Delegacia antes de ser colocado na prisão.  Depois houve prisões por tráfico e recepção 

O dia 04 de 05 de abril, foi movimentado o setor policial em Ivaiporã, por conta da prisão de um meliante.  A primeira ocorrência, foi divulgada pela  Polícia Militar, informando que a equipe da 6ª Companhia Independente, em um bom trabalho, que  contou com diligências e levantamentos, conseguiu prende suspeitos de furto contra lojas, em  05 de abril, de 2021, na Rua Clevelândia, Vila Monte Castelo. A  proprietária de uma loja de roupas, contou que o seu comércio foi arrombado e foram levadas várias peças de roupas e calçados, sendo utilizado os mesmos modus operante de diversos outros furtos que ocorreram nos últimos dias. Na loja em questão, foi estourado o miolo da porta de blindex. A Companhia estava com imagens de circuitos de vigilância, de alguns estabelecimentos furtados, onde a pessoa suspeita aparecia sempre trajando as mesmas roupas, sendo um indivíduo magro, estatura mediana, de barba, tipo cavanhaque e boné. Nas buscas, já com suspeitas do autor, o homem foi avistado com as mesmas características das filmagens. Ao ser percebido, na Rua Crevelândia, ele correu e entrou numa residência, que pertence a um indivíduo conhecido do meio policial. Ao fazer a incursão, se contatou que havia outras pessoas, as quais também saíram correndo. Foi avistada uma mochila sendo jogada pelo muro. Quatro pessoas foram contidas, mas o suspeito, visto na rua, conseguiu pular o muro e fugir na companhia de outro rapaz. No local, foram abordados: duas mulheres de 18 e 19 anos, e um masculino, de 28 anos. Na casa havia várias pecas de roupas com etiquetas da loja da solicitante  e de outras empresas. No quintal estava a mochila arremessada, também com roupas, todas com etiquetas da mesma loja furtada, no dia 05 de abril. Todos detidos, afirmaram que a pessoa, que desobedeceu a primeira abordagem, era quem realizava os furtos e deixava as mercadorias com o proprietário da residência e os demais, para realizar a venda. Foram feitas buscas para tentar localizar os dois indivíduos que evadiram-se da abordagem, sendo logrado êxito em encontrar o suspeito principal. Ele ainda estava vestindo as roupas que utiliza nos crimes. Trata-se de um homem, de nome Anderson, de 43 anos. Em busca pessoal, foi localizado em sua cintura, uma faca tipo de cozinha, com cerca de 20 cm de lâmina; no bolço de sua blusa havia 4 pedras de crack e a quantia de R$13,65 em especie. A proprietária da loja compareceu na Delegacia e reconheceu os objetos: camisetas de marca e calças jeans. Uma jovem, de 18 anos, estava vestida com um vestido preto com detalhes em dourado (cinto), que, possivelmente, seja produto de furto. Na casa do principal preso, também foram localizados: uma bermuda quadriculada e o boné, que aparece nas imagens de furtos realizados anteriormente. Todos foram levados para a Delegacia,  entre eles o Anderson, mas enquanto ele ficou em uma sala aguardando os procedimentos, conseguiu fugir, voltando a gozar da liberdade, fato que voltou a preocupar os comerciantes.  RECEPTAÇÃO - Após Anderson, ganhar a liberdade, em 05 de abril, de 2021, a Polícia Militar iniciou novas buscas e chegou até a Rua  Palmas, na  Vila Monte Castelo, na Residência de um homem, de nome Antônio, onde o fujão poderia estar. Quando o marador, que estava na porta, percebeu a viatura, saiu correndo, mas foi alcançado. Consta no boletim, que ele disse  ter corrido porque fazia uso de drogas.  Ao voltar no imóvel, foi feita uma busca, sendo localizados  dois pares de tênis, que foram produto de furto da  Loja Duellen, desta foram, o morador foi acusado de receptação.   TRÁFICO -  Ainda na busca por Anderson, no dia 05 de abril, por volta das 20:30 horas, os policiais militares foram a Rua Irati, onde, segundo denúncias, um rapaz, de nome Rafael, que fugiu com Anderson poderia estar no local e ainda homiziando o foragido. Ao chegar ao local, o suspeito, Rafael, foi visualizado. Ele partiu para cima da PM, reagindo, porem, foi  imobilizá-lo. Com o abordado havia R$ 156,00  em diversas notas, R$ 3,40  em moedas, uma nota de 1 dólar, 19 gramas de crack dividas em 16 pedras de vários tamanhos e um celular LG. Ele recebeu voz de prisão. A acusação é de tráfico de drogas. Com informações Blog Berimbau

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário