quarta-feira, 28 de abril de 2021

JARDIM ALEGRE - Em duas casas suspeitos de tráfico presos pela ROTAM

Em Jardim Alegre, no dia 27 de abril, de 2021, às 20h04min, na Rua Ivaiporã, foi registrado mais um caso de tráfico de drogas. Uma denúncia apontou que, em duas residências, no mesmo endereço, cerca de 40 metros uma da outra, usuários compravam drogas. Também que um  recebia o dinheiro na Rua, entrava em uma das residências, pagava pelo entorpecente e ficava com uma comissão, que geralmente eram pedras de crack. Também há informações, que os usuários usavam a droga, muitas vezes, no próprio endereço.  Foi informado que, na segunda casa, o filho e a mãe, estavam envolvidos no crime. Com a equipe ROTAM Ivaiporã, no local, foi percebido o momento em que chegou uma Motocicleta  Yamaha YBR,  condutor conversou com o rapaz suspeito de intermediar a venda. Rapidamente ele correu na casa, voltou e entregou algo. Assim que o motociclista deixou o endereço, foi abordado. Ele estava com uma pedra de crack de 100 miligramas. Ao fazer a incursão nas duas residências, na primeira, foram abordados 04 indivíduos no quintal, sendo o proprietário, e outros três. Eles alegaram ser usuários e que estavam ali apenas para usar drogas. Com o proprietário da residência foi encontrado, no bolso traseiro da bermuda, duas pedras de crack. Na segunda casa, foram abordados: proprietário e sua mãe, e ao serem questionados, afirmaram que não havia nada de ilícito e autorizaram busca domiciliar, a qual foi realizada pela equipe de Jardim Alegre, que deu apoio a ROTAM. Verificou-se que a mulher estava com R$30,00 reais em suas vestes, e no imóvel, em vários locais, foram localizados mais R$360,00 reais em cédulas diversas; um rolo de papel alumínio e uma caderneta com anotações, que podem ser referentes ao tráfico de drogas. Enterrados, foram localizados: 02 invólucros de crack de 51,7 gramas, equivalente a 500 pedrinhas para a venda, valor comercial de 5.000 reais; 01 invólucro com 13 buchas de cocaína de 6,5 gramas e 16,9 gramas de maconha. Diante dos fatos, filho e mãe receberam voz de prisão. Os asados negaram que são traficantes. Os nomes não foram revelados pela Polícia Militar. Com informações Blog Berimbau


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário